A explicação dos mantras — os benefícios de entoar mantras e a ciência por trás disso

Os mantras são um dos aspectos mais mal compreendidos do yoga. Sadhguru explica como um mantra não é apenas um som que você pronuncia, mas algo que você se esforça para se tornar.
Was ist ein Mantra
 

Sadhguru: Mantra significa um som, uma certa pronúncia ou uma sílaba. Hoje em dia, a ciência moderna enxerga toda a existência como reverberações de energia, níveis diferentes de vibrações. Onde há uma vibração, está destinado que exista um som. Então, isso significa que toda a existência é um tipo de som ou um amálgama complexo de sons — toda a existência é um amálgama de múltiplos mantras. Dentre eles, alguns mantras, ou alguns sons, foram identificados e que poderiam ser como chaves. Se você usá-los, de uma certa maneira, eles se tornam uma chave para abrir uma dimensão diferente de vida e de experiência dentro de você.

Como os mantras funcionam?

What is the science behind mantras?

Um mantra não é algo que você pronuncia. É algo que você se esforça para se tornar, porque a não ser que você se torne a chave, a existência não se abrirá para você. Tornar-se o mantra significa tornar-se a chave. Somente se você for a chave, você poderá abrir o cadeado. Caso contrário, outra pessoa terá de abrir a porta para você, e você terá de ouvir essa pessoa.

Mantras podem ser um passo preparatório extremamente benéfico. Um único mantra pode fazer coisas tremendas às pessoas. Eles podem ser uma força efetiva para criar algo, mas apenas se vierem daquele tipo de fonte, em que há um entendimento completo de tudo o que é o som. Quando dizemos: "Tudo o que é som", estamos falando da própria criação. Se o mantra vier daquele tipo de fonte, com aquele nível de conhecimento, e se a transmissão for pura, então, os mantras poderão ser uma força efetiva.

A ciência por trás dos mantras

Existem tipos diferentes de mantras. Todo mantra ativa um tipo de energia particular em partes diferentes do corpo. Sem a consciência necessária, apenas repetir os sons resultará no torpor da mente. Qualquer repetição de som sempre fará sua mente ficar entorpecida. Mas quando a tomada de consciência é feita apropriadamente, com um entendimento exato do que ele é, um mantra pode ser um meio muito poderoso. Enquanto ciência, os mantras são uma dimensão muito poderosa, mas se forem transmitidos sem a base necessária e sem criar as situações necessárias, podem causar muitos danos, porque essa é uma ciência subjetiva. Nós conhecemos pessoas que se prejudicaram por pronunciar inapropriadamente algo tão comum como o Gayatri mantra.

Mantra e sânscrito — qual é a relação?

Os mantras sempre têm como base o sânscrito; e os aspectos básicos da linguagem em sânscrito são bastante sensíveis ao som. Mas quando pessoas diferentes falam, cada uma fala do seu jeito. Se os bengaleses dizem um mantra, eles dirão do seu próprio jeito. Se o povo tâmil diz um mantra, eles o dirão de outra maneira. Se os americanos dizem esse mantra, eles dirão de outra forma completamente diferente. Dessa forma, pessoas diferentes que falam línguas diferentes, de acordo com a língua a que estão habituadas, tenderão a distorcer vários mantras, a não ser que um treinamento de verdade seja feito. Esse tipo de treinamento é muito exaustivo e as pessoas não têm paciência nem dedicação, hoje em dia, pois é necessário muito tempo e envolvimento.

Nada Yoga — o elo entre o som e a forma

O sânscrito é um dispositivo, não necessariamente um meio de comunicação. A maioria das outras línguas foram inventadas porque precisávamos nos referir a algo. Inicialmente, elas começaram com apenas um punhado de palavras e depois as multiplicaram em formas complexas. Mas o sânscrito é uma língua descoberta, porque hoje sabemos que se você colocar qualquer som em um osciloscópio, todo som tem uma forma ligada a ele. De mesmo modo, toda forma tem um som ligado a ela. Toda forma na existência está reverberando de uma certa maneira e cria certos sons.

Quando você pronuncia um som, uma forma está sendo criada. Existe toda uma ciência que usa sons de uma forma particular para criar o tipo certo de forma. Nós podemos criar formas poderosas ao pronunciar sons em determinados arranjos. Isso é conhecido como Nada Yoga: o yoga do som. Se você tiver maestria sobre o som, também terá maestria sobre a forma ligada a ele.

quando o sânscrito é ensinado, ele tem que ser aprendido por memorização. O som é importante, não o significado.

Isso aconteceu comigo quando criança: eu ficava encarando a pessoa que estivesse falando. Inicialmente, eu escutava suas palavras. Depois, apenas os sons. Após algum tempo, eu só via uns desenhos loucos surgindo ao redor delas, que me envolviam, maravilhavam e divertiam tanto, que eu podia ficar encarando-as para sempre, sem entender uma única palavra, porque eu não estava escutando as palavras mesmo.

O sânscrito é uma língua onde a forma e o som estão conectados. Em inglês, por exemplo, se você disser "sun" ou "son" é igual na pronúncia, apenas a grafia é diferente. O que você escreve não é o critério. O som é o critério. Quando você percebe qual som está ligado a uma forma em particular, você dá esse som como o nome para aquela forma. Agora o som e a forma estão conectados. Se você pronunciar o som, você estará relacionando-o com a forma — não apenas psicologicamente, mas existencialmente você estará conectando-o com a forma. O sânscrito é como um esboço da existência. O que está na forma, nós o convertemos em som. Muitas distorções aconteceram. Como preservar isso em sua forma correta se tornou um desafio até mesmo nos dias de hoje, já que o conhecimento, o entendimento e a consciência necessários se perderam, em grande parte.

O som é mais importante do que o significado

É por essa razão que quando o sânscrito é ensinado, ele tem que ser aprendido por memorização. As pessoas entoam a língua incansavelmente. Não interessa se você sabe o significado ou não. O som é importante, não o significado. O significado é criado em sua mente. É o som e a forma que estão se conectando. Você está se conectando ou não? — essa é a questão. É por isso que ele se tornou a mãe de quase todas as línguas indianas e europeias, exceto o tâmil. O tâmil não é originário do sânscrito. Ele se desenvolveu de forma independente. Todas as outras línguas indianas e quase todas as europeias têm sua origem no sânscrito.

Os benefícios de entoar mantras

A música é um arranjo de sons para gerar certa doçura. A música tem um arranjo refinado, mas ainda é como água fluindo. Um mantra não é tão bonito esteticamente, mas é muito mais efetivo. Eu quero que você tente isso: o Sounds of Isha lançou um CD chamado Vairagya que têm cinco mantras: Nirvana Shatakam, Guru Paduka Stotram, Brahmananda Swarupa, Aum Namah Shivaya, e Shambho ("o auspicioso"). Ele foi lançado com um propósito específico. Escute o CD repetidas vezes, escute cada um dos mantras — cada um tem dez minutos. Descubra que mantra realmente lhe atrai. Não é para escolher um mantra assim: "Ah! Eu gostei deste mantra. Qual você escolheu? Ok! Vou escolher esse também". Não é assim que se faz. Apenas escute e escute. Quando você sentir que um deles está realmente atraindo você, escolha-o. Mantenha-o tocando o tempo todo — no seu carro, na sua casa, no seu iPad, iPod, celular, em todo lugar. Existem versões de uma hora de cada um deles também. Apenas deixe-o tocando e tocando por um tempo.

Depois de um tempo, ele se tornará parte do seu sistema e vai criar um certo ambiente para você. Um mantra não é consciência, mas um mantra cria o tipo certo de ambiente. O som vai criar o tipo de ambiente certo dentro da estrutura fisiológica, psicológica e também na atmosfera. É possível usufruir disso.

Os mantras Vairagya

 

O álbum está disponível para download em mp3 e também como app gratuito para celular.

Mantra Nada Brahma — experienciando o mundo como som

"Nada" significa "som". "Brahma" significa "Divino", o Todo. Fundamentalmente, existem três sons na existência. Qualquer outro som pode ser criado a partir desses três. Se você souber alguma coisa sobre televisão a cores, então sabe que existem apenas três faixas de cores. Dentro dessas três faixas, uma infinidade de cores pode ser criada. Da mesma forma, com esses três sons, uma infinidade de sons pode ser criada. Você pode perceber isso com um simples experimento: sem usar a língua, existem apenas três sons que você consegue pronunciar — "aaa", "uuu" e "mmm". Mesmo que você corte fora sua língua, você ainda conseguirá pronunciar esses três sons. Para qualquer outro som, você precisa usar a língua. Você está usando a língua apenas para misturar esses três sons de várias formas para produzir todos os outros sons. Existem milhares de sons que você pode criar com sua boca, mas uma pessoa muda consegue apenas dizer: "aaa", "uuu", "mmm". Ela não consegue dizer mais nada, pois ela não é capaz de usar a língua.

AUM — o som fundamental

Se você pronunciar esses três sons juntos, o que você obtêm? AUM. AUM não é uma marca registrada da religião. É o som fundamental da existência. Diz-se que Shiva pode criar uma existência totalmente nova apenas pronunciando três AUMs. Isso não é um fato, mas é uma verdade. Qual a diferença entre um fato e uma verdade? Digamos que você é uma mulher. Isso quer dizer que seu pai não teve nenhuma contribuição sobre você? Isso significa que seu pai não existe dentro de você? Não. Então, o fato é que você é um homem ou uma mulher. A verdade é que você é os dois. Não é que Shiva está sentado em algum lugar pronunciando AUMs. Essa não é a questão. O que está sendo dito é que tudo isso é apenas uma vibração.

Se você se entregar a este som, existe um tipo de poder nele. Ele tem o poder de dissolver uma pessoa, se ela realmente se lançar nele.

Há várias formas de olhar para isso. Há muitos anos, eu costumava viajar sozinho por um mês ou dois, todos os anos, para os Himalaias, e, por acaso, fui para Kedarnath. Kedar é um lugar muito poderoso e maravilhoso. Acima de Kedar, há um lugar chamado Kanti Sarovar, para onde as pessoas não costumam ir por ser uma subida complicada. Eu caminhei até Kanti Sarovar e me sentei em uma das pedras lá.

É muito difícil colocar isso em palavras, mas depois de um tempo, tudo se tornou som na minha experiência. Meu corpo, a montanha, o lago na minha frente, tudo se tornou som. Tudo assumiu uma forma sonora e estava fluindo em mim de uma forma completamente diferente. A minha boca estava fechada — eu tenho muita clareza disso — mas a minha voz saía bem alta, como se estivesse em um microfone, cantava uma música e ela estava em sânscrito.

Nada Brahma Vishwaswaroopa
Nada Hi Sakala Jeevaroopa
Nada Hi Karma Nada Hi Dharma
Nada Hi Bandhana Nada Hi Mukti
Nada Hi Shankara Nada Hi Shakti
Nadam Nadam Sarvam Nadam
Nadam Nadam Nadam Nadam

Tradução: o som é Brahman, a manifestação do universo, o som se manifesta na forma de todas as vidas, o som é ligação, o som é o meio de libertação, o som é aquilo que une, o som é aquilo que liberta, o som é o doador de tudo, o som é o poder por trás de tudo, o som é tudo.

Se você se entregar a este som, existe um tipo de poder nele. Ele tem o poder de dissolver uma pessoa, se ela realmente se lançar nele.

Os benefícios de entoar o AUM

Inspirados nas palavras de Sadhguru, pesquisadores do Lady Irwin College, em Nova Deli, realizaram um estudo, alguns anos atrás, sobre como entoar o AUM pode ajudar os atletas. O estudo encontrou um aumento de consciência dos níveis de hidratação do corpo de atletas que praticavam a meditação AUMkar do Isha. Realizado durante um período de dois meses, em 2011, o trabalho faz parte de uma pesquisa em andamento sobre nutrição clínica e esportiva feita pelo dr. Priti Rishi Lal e será apresentado na Conferência Internacional de Estudos Alimentares que acontecerá em outubro, em Illinois, nos EUA. O estudo, também publicado na tese de mestrado da sra. Aanchal Aggarwal, focou em melhorar os hábitos de ingestão de água dos jovens jogadores de hockey masculino, que treinavam no Sports Authority of India, como parte do seu programa "Venha e Jogue".

sobre a necessidade de ingerir água adequadamente durante o jogo, a maioria dos jogadores ainda sofria de desidratação durante o jogo, o que resultava em uma redução do desempenho e das capacidades físicas, e também em problemas de saúde significativos a longo prazo.

Dr. Lal disse: "Os jogadores já foram instruídos sobre a necessidade de água no corpo. Eles receberam informações sobre isso e também aprenderam através de demonstrações. Na verdade, quando nós demos a eles um teste básico sobre seu conhecimento em hidratação do corpo, quase todos tiveram 100% de pontos. Eles sabiam o que deveriam fazer, mas eles simplesmente não faziam. Era necessário uma conexão entre o conhecimento e a mudança real no comportamento. Uma percepção consciente do nível de sede do corpo era necessária". AUMkar foi a resposta?

Fazendo a ponte entre conhecimento e comportamento

Aggarwal e o dr. Lal fazem uma distinção entre como a meditação AUMkar é oferecida no Isha comparado a outro lugar. "Enquanto um recente estudo indiano descreveu AUM como monossilábico (OM),  o Isha Foundation oferece-o como tri-silábico", diz a sra. Aggarwal. Referindo-se aos estudos conduzidos nos efeitos positivos de Shambhavi Mahamudra, ela continuou: "Práticas de yoga que contém AUM foram recentemente anunciadas por melhorar o funcionamento do cérebro". Essa é uma das razões pelas quais os pesquisadores escolheram a meditação AUMkar como uma ferramenta para "fazer a ponte entre o conhecimento e o comportamento" em seus estudos de hidratação do corpo.

Muitos dos participantes vieram até mim e compartilharam que, para além do seu desempenho nos jogos, eles também estavam experienciando outros benefícios.

Durante o estudo experimental, 30 jogadores foram divididos aleatoriamente entre dois grupos: o grupo de controle — que recebeu as informações já existentes sobre o consumo adequado de água — e o grupo experimental — que recebeu as informações e praticou uma breve sessão de meditação AUMkar por 21 minutos durante 21 dias. Ao final dos 21 dias, os testes mostraram que, depois dos jogos, os jogadores praticantes da AUMkar tiveram níveis de água significativamente mais saudáveis comparados ao grupo de controle. E isso se traduziu em um melhor desempenho nos testes que mediam batimentos cardíacos e agilidade física. Os jogadores também relataram se sentir mais felizes, calmos e mais focados.

"Muitos dos participantes vieram até mim e compartilharam que, para além do seu desempenho nos jogos, eles também estavam experienciando outros benefícios. Um dos participantes me disse que estava se dando melhor com as pessoas em sua casa. Eles pareciam ter amadurecido muito durante esse estudo. Esse estudo abriu uma gama de possibilidades. Nós já planejamos mais dois estudos para descobrir mais sobre os benefícios das meditações que o Isha oferece", disse o dr. Lal.

Nota do editor: Extraído do discurso do Sadhguru no programa de treinamento de  professores de Hatha Yoga de 21 semanas do Isha Hatha Yoga. Para mais informações, acesse www.ishahathayoga.com ou envie um email para info@ishahatayoga.com