Onde você encontra o Divino? No Único Lugar!

Onde procurar para encontrar o Divino? Sadhguru diz que não importa onde você procura, há apenas um lugar.
Where Do You Find the Divine? In the Only Place!
 

Onde você procura para encontrar o Divino? Sadhguru diz que não importa onde você procura, há apenas um lugar. Buscando qualquer coisa com suficiente vigor, uma pessoa pode encontrar o divino no fim da linha.

The roots of the Divine are entrenched into this body.
If you nurture the roots, how can you avoid the flowering?
Wherever the Divine flowering happens, there heaven is.
None can see the flowering, but who can avoid the fragrance?

 

Sadhguru: O que quer que você possa perseguir nesta existência, se você perseguir com firmeza o suficiente, por tempo suficiente, ou se você perseguir algo até o fim, sempre verá que o que chamamos de Divino é o fim da linha. Tudo o que você olha - seja o céu, uma flor, um rosto humano, um animal ou um grão de areia - se você olha com penetração suficiente, o Divino é como o fim da linha. Isso não é porque o que você chama de Divino está voando no céu, sentado em uma flor, voando em um pássaro, rastejando em um inseto ou sentado em uma rocha. Isso ocorre porque você não tem a capacidade de realmente ver algo, exceto sua própria interioridade.

O que você chama de ver, ouvir, cheirar, provar, tocar ou qualquer tipo de percepção que você tenha, é apenas o que acontece na tela interior. Se você está envolvido pela imagem exibida na tela, ela se parece com muitas coisas. Mas se você penetrar na imagem e tocar na tela, o Divino é sempre o fim da linha porque você é incapaz de ver outra coisa que não a sua própria interioridade. Não é olhando para cima ou para baixo que alguém conhecerá isso.

Olhar para Cima ou para Baixo?

Existem dois tipos de religiões no mundo. No momento em que você pronuncia a palavra "Deus", muitas pessoas olham para cima - Uparwala - "Aquele acima". Mas em algumas religiões indígenas, eles olham para baixo porque acreditam que Deus está no centro da Terra. Aqueles que acreditam que Deus está no céu são responsáveis pelas maneiras desastrosas com que estamos tratando este planeta, porque querem queimá-lo e ir para o céu. Cada passo que eles dão queima o planeta. Chamamos isso de “pegadas de carbono.” O que eles estão deixando são cinzas - carbono queimado. Aqueles que acreditam que Deus está oculto neste planeta andam um pouco mais suavemente, porque este planeta é a morada de seus deuses.

Olhar para cima e para baixo não é uma maneira de conhecer. Não pode ser apenas porque um ser humano não é capaz de conhecer outra coisa que não o que reflete dentro de sua própria consciência. Você não pode ver nada do lado de fora. Você só pode ver o que acontece na sua paisagem mental. Você não pode ouvir nada do que está acontecendo fora. Você só pode ouvir o que acontece em sua mente. Existe apenas um lugar. Isso facilita as coisas. Se houvesse um milhão de lugares à sua frente e lhe fosse solicitado escolher, a tomada de decisões se tornaria muito difícil. Se você olhar sua vida de perto, com penetração suficiente, verá que existe apenas um lugar - o único lugar.

De Mysore a Bengaluru e de Volta

Quando eu estava na universidade, e começamos a usar rodas motorizadas, se houvesse gasolina no tanque, não podíamos ficar parados. Naquela época, Jawa - a motocicleta na Índia - uma marca da Tchecoslováquia, era fabricada em Mysore, então Mysore era a cidade natal das motocicletas. Todo mundo que conseguia se equilibrar sobre duas rodas acreditava ser um campeão do Grande Prêmio. Mysore fica a cerca de 140 quilômetros de Bengaluru. Se o tanque estivesse cheio, íamos até Bengaluru, entrávamos na cidade, contornávamos o círculo principal e voltávamos imediatamente. Então as pessoas de Bengaluru faziam a mesma coisa. Eles vinham para Mysore e voltavam direto.

O Divino é sempre o fim da linha, porque você é incapaz de ver qualquer outra coisa que não seja sua própria interioridade.

Depois de algum tempo, relaxamos um pouco e a moçada de Bengaluru começou a parar no nosso lugar. Eles nos convidaram, então fomos e paramos no lugar deles no centro da cidade. Você não pode chamar aquilo de restaurante - não havia mesas, cadeiras nem nada - apenas motocicletas e um pouco de café e lanches. Este foi chamado de "O Único Lugar". Se fôssemos à cidade, este era o único lugar para nós.

Qualquer que seja o caminho pelo qual você vá, o que quer que você pense que está fazendo, isso só está acontecendo no cenário interior, em nenhum outro lugar. Isso facilita as coisas. Existe apenas um lugar. E o lugar vem com você. Você não precisa ir a lugar algum. Onde quer que você vá, "O Único Lugar" vai com você.

O Divino é como almoço embalado. Você não precisa ir a um restaurante, templo ou céu para ser servido. A natureza última de sua existência sempre acompanha você. Você não pode conseguir um acordo melhor! Quaisquer que sejam as imagens que surgem em sua paisagem interior, se você buscar alguma delas com vigor suficiente, tocará o fim da linha, e o Divino é o fim da linha, sempre.

Peque com vigor

Havia um rabino sábio. Um jovem veio até ele e disse: "Rabino, eu não sei o que fazer ... eu tento fazer todas as coisas que você me ensinou, mas não consigo evitar pecar. Todos os dias, tudo que acabo fazendo é pecar.” O rabino olhou para ele e disse: “Peque com vigor ”.

O que quer que você esteja fazendo, o que quer que esteja acontecendo, se você fizer com vigor suficiente, chegará ao fim da linha. Por exemplo, a raiva é uma coisa feia. Um homem ou uma mulher parece mais feio quando está com raiva. Mas se você mantiver uma raiva intensa por 24 horas, se iluminará. Você verá que é um caminho difícil. Para permanecer com raiva por 24 horas, você precisa de uma quantidade fenomenal de energia. Você pode permanecer amando por 24 horas, mas não pode ficar com raiva por 24 horas - isso o queima. Sadhguru Sri Brahma costumava ficar com raiva o tempo todo - não com ninguém, simplesmente, assim.

Todos podem escolher o seu caminho. Não é a direção que é o problema - é a falta de intensidade e foco, e ter ideias erradas, em que as pessoas estão constantemente fingindo qualidades que não são delas. Alguém lhe disse: "Você deve ser amoroso, você deve ser simpático um com o outro, você deve ser gentil", então as pessoas estão tentando atuar dessas maneiras e estão desperdiçando suas vidas.

Os Irmãos Contrabandistas

Havia dois irmãos notórios no Tennessee. Ambos eram contrabandistas. Eles ganhavam muito dinheiro, mas se saíam bem na sociedade distribuindo dinheiro. Então, um dos irmãos morreu. Havia um novo pastor na cidade. O antigo estava completamente sob o controle deles. Eles estavam fornecendo bebidas para ele e o mantinham feliz. Agora, este novo era jovem e um pouco correto. Você sabe, quando são jovens, muitas pessoas têm valores e princípios. Eles acreditam que podem limpar o mundo. Esse pastor queria construir um novo local de culto e limpar a bagunça que seu antecessor havia deixado. O outro irmão foi ao pastor e disse a ele: “Veja, todo o dinheiro que você precisa para construir este novo local de culto, eu darei a você. A única coisa é que, quando você conduzir o serviço de meu irmão, deve declarar que ele é um santo. ”O pastor concordou prontamente. Quando chegou o momento, ele disse: “Esse homem era um contrabandista, corrompeu a sociedade, corrompeu todas as autoridades locais, traiu sua esposa, tratou mal sua família, abusou de Deus, mas comparado ao irmão, ele é um santo."


 

Sua bondade é sempre comparada à de outra pessoa. Isso não tem valor. Quando o único lugar é aqui, dentro de você, a comparação é uma maneira horrível de viver. Não há comparação porque "é o único lugar."

Então, para atingir o fim da linha, basta uma dimensão intensa em relação a qualquer coisa. Isso não é possível para pessoas que são "multitarefadas". Essa é uma palavra muito comum hoje em dia. É a inconstância da abordagem que é o problema - a constante mudança disto para aquilo, daquilo para isto, isto para aquilo. O problema é que você quer fazer malabarismos, quer brincar de circo. Mas se você fizer algo com vigor suficiente, isso vai levá-lo lá.

Nota do Editor: Oferecendo a rara possibilidade de ir além de todas as limitações, Sadhguru leva o buscador a uma jornada mística em direção à libertação definitiva. No ebook “A Guru Always Takes You For a Ride”, Sadhguru fornece insights raros sobre o relacionamento Guru-shishya.. Nomeie seu preço e faça o download.

Uma versão deste artigo foi publicada originalmente em Isha Forest Flower  em Dezembro de 2010.