Permitindo que o Feminino Floresça

Em 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, Sadhguru analisa por que é importante que toda sociedade permita espaço para o feminino florescer.
Allowing the Feminine to Flower
 

Em 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, Sadhguru analisa por que é importante que toda sociedade permita espaço para o feminino florescer.

Sadhguru: Durante muito tempo, a humanidade deu muita importância ao masculino porque a sobrevivência era o fator dominante. O masculino será naturalmente a força dominante quando a sobrevivência for um aspecto dominante. Somente quando as sociedades lidam bem com sua sobrevivência e atingem um certo nível de estabilidade cultural e na civilização é que o feminino pode chegar ao seu devido lugar. Hoje em dia, as sociedades estão chegando a essa fase, mas a economia se tornou a principal força do mundo.

É apenas em uma certa situação de relaxamento que o feminino pode florescer. E se o feminino não florescer, você terá tudo em sua vida e terá nada em sua vida.

Quando a economia é o fator dominante, mais uma vez levaremos tudo ao nível da sobrevivência. Pode parecer um pouco diferente, mas ainda é tudo sobre sobrevivência. A lei da selva - sobrevivência do mais apto. Uma vez que se faça assim, o masculino dominará.

É apenas em uma certa situação de relaxamento que o feminino pode florescer. E se o feminino não florescer, você terá tudo em sua vida e terá nada em sua vida. Nutrir conscientemente o feminino em uma sociedade é muito essencial porque, sem isso, você terá árvores adultas que nunca florescerão. Isso é como viver meia vida. Meia vida não é uma vida boa.

Por masculino e feminino, não quero dizer macho e fêmea. O feminino pode estar tão vivo em um homem quanto em uma mulher. Não se trata de ser fisicamente macho ou fêmea. O feminino é uma certa qualidade. O masculino é também uma certa qualidade. Somente quando essas duas qualidades ocorrem em equilíbrio dentro de um ser humano, o ser humano pode viver uma vida de satisfação.

Hoje, existe o perigo de as mulheres desistirem do feminino, porque a sobrevivência se tornou mais uma vez um fator dominante e a sobrevivência foi elevada a uma escala muito exigente, como nunca antes. Anteriormente, sobrevivência significava apenas conseguir a comida do dia. Hoje, sobrevivência significa uma Mercedes ou BMW; isso é muito desafiador. Se isso continuar, não haverá espaço para o feminino na sociedade.

É muito essencial que celebremos o feminino. Não se trata de mulher, é sobre o feminino.

A garantia de que haja espaço para o feminino precisa ser nutrida desde a escola. As crianças devem se envolver com música, arte, filosofia ou literatura, tanto quanto com ciência e tecnologia. Se isso não acontecer, não há espaço para o feminino no mundo. Você pode ser fêmea, mas se tornará masculina.

Então, é muito essencial que celebremos o feminino. Não se trata de mulher, é sobre o feminino. Se você quiser usar uma analogia, se chamar a raiz de masculino, a flor e o fruto são femininas. O próprio objetivo da raiz é trazer a flor e o fruto. Se isso não acontecer, a raiz será desperdiçada. A sobrevivência por si só não cuida de tudo. Depois disso, as coisas mais sutis da vida têm que acontecer com você.

Se o feminino não se tornar vivo em você, seja você homem ou mulher, as coisas mais sutis da vida nunca lhe acontecerão. Durante toda a sua vida, você só pensará em sobrevivência - sobrevivência sem fim. Você apenas tornará a sobrevivência cada vez mais difícil. Essa é a própria natureza do masculino. O masculino é sempre sobre conquistar alguma coisa. O feminino não é sobre conquista. O feminino é sobre florescer, relaxar e viver, não sobre conseguir. Essa mudança tem que acontecer.

 
 
 
 
  0 Comments
 
 
Login / to join the conversation1