Mahabharat Episódio 6: O Nascimento de Devavrata

Neste episódio de Mahabharat, vemos os resultados do encontro de Shantanu e Ganga, que está amarrado a uma maldição do sábio Vasishta.
Mahabharat Episode 6: The Birth of Devavrata
 

Mahabharat All Episodes

Sadhguru: Ganga deu à luz um belo filho, mas imediatamente, ela pegou a criança, caminhou até o rio e afogou a criança. Shantanu não podia acreditar nisso. Seu coração explodiu, mas ele se lembrou que se ele lhe perguntasse por que ela havia feito isso, ela iria embora. Este homem, que estivera flutuando na alegria e no amor, estava aflito pela dor e ficou com medo de sua esposa. Mesmo assim, ele a amava tanto, e continuaram a viver juntos. Nasceu outra criança, mas sem uma palavra, ela pegou essa criança e também a afogou. Shantanu estava à beira da insanidade, mas lembrou-se da condição de Ganga. Isso continuou, e sete crianças foram afogadas.

Mahabharat Episode 6: The Birth of Devavrata

 

Quando nasceu o oitavo, Shantanu seguiu Ganga até o rio, impotente. Quando ela estava prestes a afogar a criança, ele agarrou a criança e disse: "Basta. Por que você está fazendo coisas tão desumanas? Ganga respondeu: "Você quebrou a condição. Está na hora de eu ir embora. Mas eu lhe devo uma explicação, então deixe-me dizer-lhe o porquê.

Há muito tempo, o sábio Vasishta vivia em seu ashram, onde havia uma certa vaca chamada Nandini, que possuía qualidades divinas. Um dia, oito Vasus estavam de férias por aquela área. As escrituras descrevem os Vasus como pessoas que voavam em vimanas ou algum tipo de nave espacial. Essas naves eram autodirigidas. Eles chegam ao ponto de dizer que a superfície das naves era tão lisa, como a superfície do mercúrio líquido. Dizem que havia luzes dentro dessas naves, mas não havia fogo ou óleo. A luz ardia por si só.

Esses vasus passavam por ali e caminharam pelo ashram de Vasishta, onde viram Nandini. A esposa de um dos vasus - cujo nome era Prabhasa - disse: "Eu quero aquela vaca". Sem pensar, Prabhasa disse: "Venha, vamos pegar a vaca". Um ou dois deles disseram: "Mas esta não é a nossa vaca. A vaca pertence a um sábio. Por que devemos pegá-la?". A mulher de Prabhasa respondeu: "Os covardes sempre arranjam desculpas. Você não pode pegar a vaca, então você está criando dharma". Ao ouvir isso, Prabhasa ficou muito machão e, com a ajuda de seus companheiros, foi e roubou a vaca.

Esses oito vasus imploraram a Ganga: "Certifique-se de que nascemos no seu ventre.Faça nossas vidas nesse planeta serem tão breves quanto possível".

Quando Vasishta percebeu que sua querida vaca estava sendo roubada, ele os pegou e os amaldiçoou, "Como vocês se atrevem! Vocês vêm como convidados. Nós os tratamos bem. E, no final, querem roubar-me a vaca e irem embora. Que nasçam como seres humanos com todas as limitações. Que suas asas sejam cortadas de modo que não possam voar. Vocês terão que andar sobre esta terra, terão que carregar corpos físicos, terão que nascer e terão que morrer como todos os outros. Esses oito vasus então imploraram a Ganga: "Certifique-se de que nascemos no seu ventre.  Faça nossas vidas nesse planeta serem tão breves quanto possível".

Ganga disse a Shantanu: “Eu estava apenas cumprindo o desejo deles. Eles só queriam nascer e acabar com a maldição. Eu salvei sete deles, mas você salvou o oitavo. De qualquer modo, foi Prabhasa quem instigou o roubo. Talvez ele mereça uma vida mais longa neste planeta, mas como ele é um bebê, eu o levarei comigo. Quando ele tiver dezesseis anos, eu o trarei de volta. Vou garantir que ele tenha terminado os estudos. Tudo o que é necessário para ele ser um bom rei, eu o ensinarei e deixarei com você quando ele tiver dezesseis anos”. Dizendo isso, ela pegou a criança e partiu.

Shantanu ficou apático e perdido. Ele andou desamparado e perdeu o interesse em seu reino. Aquele que havia sido um grande rei tornou-se um homem frustrado e deprimido. Ele simplesmente andava por todo lado, sem saber o que fazer.

Dezesseis anos depois, Ganga retornou com o menino, que se chamava Devavrata, e o entregou a Shantanu. Devavrata havia aprendido o seu tiro ao alvo com ninguém menos que o próprio Parashurama. Ele aprendeu os Vedas com Brihaspati. Ele tinha aprendido tudo com os melhores professores possíveis, e estava totalmente pronto para ser rei. Quando Shantanu o viu, toda a sua depressão desapareceu e ele levou seu filho com grande amor e entusiasmo, coroando-o como o Yuvraj, ou o príncipe herdeiro.

Devavrata assumiu a administração e estava fazendo tudo bem a pedido de Shantanu, então ele se tornou livre e feliz mais uma vez. Um dia, Shantanu saiu à caça e novamente se apaixonou!

A continuar…

More Mahabharat Stories

Nota do editor: uma versão deste artigo foi publicada originalmente em Isha Forest Flower, junho de 2015. Faça Download em PDF com base no "nome seu preço, no mínimo" ou assine a versão impressa.

 
 
 
 
  0 Comments
 
 
Login / to join the conversation1