Qual é o Seu Apego Mais Profundo?

Sadhguru analisa como os ensinamentos sobre desapego são fundamentalmente errados, e como a chave para se aprofundar na vida é estar absolutamente apegado a toda a existência.
What Is Your Deepest Attachment?
 

Sadhguru analisa como os ensinamentos sobre desapego são fundamentalmente errados, e como a chave para se aprofundar na vida é estar absolutamente apegado a toda a existência.

Sadhguru: Muitas coisas estão sendo ditas sobre o apego ser ruim e como não devemos nos apegar a nada. Por causa desses ensinamentos e mal-entendidos, e por causa da dor que as pessoas enfrentam com o apego, há muitas perguntas e hesitações nas pessoas.

A escravidão ao corpo é profunda. Essa é a fonte de todos os apegos.

Esses ensinamentos de desapego e de não se ter desejos surgiram por causa do medo de se prender. O aprisionamento sempre cria dor e sofrimento dentro de uma pessoa. Então, alguém deu essa solução tola - desapegue-se. Isso significa que, segundo eles, a solução para a vida é evitar a vida. Se alguém quer evitar a vida, ele deve morrer; É muito simples. Mas estar vivo aqui e querer morrer - e não morrer, é uma grande tortura.

Se você quer viver, precisa de envolvimento. As pessoas pensam que espiritualidade significa que você deve abandonar sua família. Ao abandonar alguém, você não se tornará espiritual. Você pode não estar totalmente ciente disso, mas, de muitas maneiras, seus mecanismos de defesa e técnicas de sobrevivência estão lentamente tentando substituir seu apego por suas ideologias, filosofias, gostos, aversões e emoções, que depois se transformam em coisas à sua volta. Esta é a verdadeira acumulação, o maior apego - a sua personalidade. E é isso que você precisa abandonar; não sua esposa, filho, saldo bancário ou outra coisa.

O Apego Mais Profundo

Quando você é jovem, procura a liberdade física. Quando você tem 35 ou 40 anos, começa a dizer: “Oh, isso foi tolice. As emoções e o que compartilhamos entre nós é importante.” À medida que você envelhece, verá que essas emoções são muito aprisionantes e não vai gostar disso. Você vai querer mudar seu apego para Deus.

Você realmente precisa trabalhar o seu apego ao seu próprio corpo. Se você se libertar disso, estará livre de tudo.

Deve-se entender que o seu sentimento mais profundo de apego não é o seu dinheiro, casa, esposa ou filho. O seu sentimento de apego mais profundo é o seu próprio pensamento e emoção. Você pode sentir que sua esposa, trabalho e filho lhe são queridos, mas, por favor, observe que, quando sua esposa, filho ou as situações à sua volta realmente forem contra a maneira como você pensa e sente, você abandonará todos eles. Você não abandonará seu modo de pensar e sentir, mas abandonará a outra pessoa porque ela parou de se encaixar em sua vida. Eles estão na sua vida apenas porque firmaram o compromisso de concordar com o que você pensa e sente.

Você está apenas usando alguém como um meio ou como vítima. É porque você está profundamente apegado ao seu corpo que você se apega a alguém. Se você não está apegado ao seu próprio corpo, você pode estar profundamente envolvido, mas desapegado. Portanto, você não precisa trabalhar seus apegos com as pessoas ao seu redor. Você realmente precisa trabalhar seu apego ao seu próprio corpo. Se você se libertar disso, estará livre de tudo.

Os ensinamentos que dizem “não se apegue” não vão funcionar. A menos que experiencialmente esteja claro dentro de você que, "este corpo não sou eu", não há como você se desapegar do corpo.

Indra, o Porco!

Há uma boa história sobre isso. Certa vez, Indra, o rei de todos os deuses, veio à Terra em busca de prazer. Ele escolheu a forma de um porco, porque geralmente, em termos de prazer físico, a forma de um porco é considerada a melhor. Ele encontrou uma bela porca, casou-se e produziu dezenas de leitões com ela. Com o tempo, ele se envolveu profundamente e se apegou a eles.

Os deuses esperaram pacientemente no céu, pensando que era uma curta viagem de prazer, mas quando Indra não voltou por muito tempo, eles desceram e viram todo esse negócio de porcos em andamento. Eles tentaram argumentar com ele para desistir da vida de porco e retornar ao céu. Mas Indra estava tão profundamente envolvido e apegado a tudo isso, ele apenas grunhiu e saiu!

Se você pode realmente se apegar a outro ser, é maravilhoso e fantástico, mas quando você se apega ao seu próprio corpo, você se torna muito limitado.

Os deuses então decidiram matar um leitão, esperando que a tragédia fizesse Indra perceber sua verdadeira natureza e retornar. Mas, suponha que você tenha cinco filhos e, de repente perca um, você vai se apegar mais fortemente aos quatro restantes. Esse é o caminho. Se você perder mais um, se apegará aos três restantes ainda mais, não é? Para cada leitão morto, Indra se apegava aos restantes com mais força. Eventualmente, os deuses mataram todos os leitões.

 

Mas Indra ficou ocupado produzindo mais filhos. Então os deuses pensaram que o verdadeiro apego de Indra era sua esposa e a mataram. Agora ele estava muito angustiado. Logo, seus amigos e parentes porcos sugeriram que ele arrumasse outra esposa. E todo o negócio de porcos começou de novo.

Os deuses agora estavam completamente perdidos com isso e Narada, o bom sábio que estava passando e por acaso viu tudo isso disse: “Por que você matou a esposa e os filhos dele? Seu apego é ao seu corpo. Destrua o corpo”. Então, os deuses cortaram seu corpo em duas metades e Indra saiu e disse: “Que diabos estou fazendo aqui?” E retornou ao céu.

A escravidão ao corpo é profunda. Essa é a fonte de todos os apegos. Se você pode realmente se apegar a outro ser, é maravilhoso e fantástico, mas quando você se apega ao seu próprio corpo, você se torna muito limitado. Portanto, você não precisa continuar procurando desapego em outro lugar ou distanciando isso e aquilo em sua vida. Você simplesmente precisa saber como se distanciar do seu próprio corpo. O Yoga é uma ciência inteiramente completa, uma ferramenta e tecnologia para gerar esse sentimento de separação e liberdade da acumulação do corpo.

O Apego Absoluto é a Chave

Quer você goste ou não, em sua respiração, corpo e o ser, você está em um apego inseparável com o todo. Portanto, não hesite sobre o apego; não dê ouvidos a todos esses ensinamentos sobre desapego. Agora mesmo, com todos esses ensinamentos de que o apego é ruim, você está hesitando em se envolver. A liberdade não virá porque você se torna exclusivo. A liberdade vem apenas ao incluir tudo como parte de si mesmo. Se você incluir tudo como parte de si mesmo, então você não terá mais identidade; isso é yoga.

Quando você se apega a toda a existência, você está em yoga.

Yoga significa apego. Quando você se apega a toda a existência, você está em yoga. Ou, quando você percebe quão inseparavelmente você está apegado à Existência, essa é a sua Vishwaroopa - Universalidade. Deixe seu apego ser indiscriminado; isso levará à bem-aventurança. É um apego seletivo e preconceituoso que causa dor.

A beleza e a grandeza da vida são conhecidas apenas por quem está indiscriminada e absolutamente envolvido com tudo o que existe. Isso não apenas fará você apegado a tudo, mas também dissolverá o pequeno eu que você criou.

Nota do Editor: Sadhguru oferece Isha Kriya, uma meditação guiada on-line e gratuita que ajuda a trazer saúde e bem-estar. A prática diária desse processo simples, porém eficaz, de 12 minutos pode transformar a vida da pessoa.

Experimente Isha Kriya

 
 
  0 Comments
 
 
Login / to join the conversation1